O mês de abril é reconhecidamente um mês chuvoso em Jaraguá. Com o aumento da chuva, alguns cuidados são importantes e não devem ser esquecidos. É nesse período que os casos de dengue aumentam. Por isso, é importante estar atento para não deixar água parada.

 

A dengue é uma doença viral transmitida por mosquito, conhecido como Aedes Aegypti. A larva do mosquito se desenvolve em água parada, seja ela limpa ou suja, e por isso a prevenção é tão importante. Portanto, a melhor maneira de evitar a transmissão da dengue é impedir a propagação do mosquito transmissor.

 

Apenas neste ano, o estado de Goiás já notificou mais de 33 mil casos de dengue. O último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) revela ainda que 34 mortes podem ter relação com a doença.

 

Sintomas

 

O vírus da dengue possui quatro variações, mas todas causam os mesmos sintomas. Geralmente possui início súbito e apresenta febre alta, dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, enjoo, pele fria e úmida, dores atrás do olho, manchas e erupções na pele, indisposição e vômitos.

 

Por isso, é importante ficar atento a reincidência da doença. Um dos casos mais graves da dengue é a Dengue Hemorrágica. No geral, ela é mais comum quando a pessoa está sendo infectada pela segunda ou terceira vez.

 

A dengue hemorrágica acontece quando a pessoa infectada com dengue sofre alterações na coagulação sanguínea. Ela costuma vir acompanhada de uma queda na pressão arterial do paciente, podendo gerar tonturas e quedas. Por isso, quando não tratada, ela pode levar a óbito.

 

Prevenção

 

As principais formas de prevenir a dengue são a vacina e a eliminação do mosquito transmissor. A vacina contra dengue foi criada para prevenir a manifestação do vírus. Ela é feita com o vírus atenuado e protege contra os quatro sorotipos de dengue existentes.

 

Vacinas com o vírus atenuado são aquelas que diminuem o risco do vírus, garantindo que ele não cause doenças, mas seja capaz de gerar resposta imunológica. Assim, o organismo da pessoa reconhece o vírus e sabe como atacá-lo caso ela seja exposta a sua versão convencional.

 

Além da vacina, eliminar o mosquito transmissor é essencial. Como ele se reproduz através da água parada, é importante localizar possíveis focos em sua casa. Fique atento a:

 

  • Jogar fora pneus velhos
  • Virar garrafas com a boca para baixo
  • Lavar vasilhas de água dos pets regularmente
  • Manter fechadas tampas de caixas d’água e cisternas
  • Colocar areia nos pratos embaixo dos vasos de plantas
  • Usar telas nas janelas para evitar a entrada de mosquitos

 

Não hesite em buscar ajuda médica! Fique atento aos sintomas e, caso eles persistam, procure um especialista.

 

Ajustar fonte