O Hospital Estadual de Jaraguá Dr Sandino de Amorim (HEJA) estabeleceu um protocolo facilitado e preciso para atendimentos a casos de urgência e emergência. No novo fluxo, todos os pacientes que chegam por demanda própria ou trazidos pelas equipes de socorro são rapidamente encaminhados para classificação e cuidados médicos.

A enfermeira Gabriela Alves compõe uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que dá os primeiros atendimentos a casos urgentes e os encaminha para o HEJA. Ela conta que o serviço, junto ao hospital, ficou sensivelmente melhorado nos últimos meses. Graças à dinâmica implantada pela direção da unidade.

“Estou no SAMU de Jaraguá há sete anos e posso atestar que nosso serviço ficou facilitado. Bem como o atendimento à população”, explica. Moradora de Jaraguá, ela vivenciou muitos casos de pacientes que precisaram de cuidados médicos e recorreram à assistência do serviço. Levados para o HEJA, foi possível notar uma diferença qualitativa grande nos últimos meses.

Mudança de fluxo e otimização de processos

Para ela, a forma de recepção e encaminhamento foi dinamizado. Isso se traduziu em maior eficiência na prestação de serviços para a população. “O SAMU faz o resgate pré-hospitalar dessas pessoas, seja de caráter clínico ou de trauma das diversas ocorrências. Nós trazemos esses pacientes para o Hospital Estadual de Jaraguá. Aqui eles são triados e avaliados rapidamente. Dependendo do caso clínico, já encaminhamos para a sala de emergência e, na sala, há sempre uma equipe que fica 24 horas prontamente para receber e atender esse paciente até a chegada do médico”, relata.

Após a estabilização dos pacientes, eles são encaminhados para o médico de plantão, que dá o devido cuidado. Esse tempo de chegada e atendimento é rápido e facilitado, como atesta a enfermeira. “De forma qualitativa podemos atestar que o tempo de resposta às demandas é menor e a qualificação dos profissionais que prestam o atendimento também tem melhorado de forma significativa. Isso influencia diretamente no serviço de saúde prestado. Posso garantir que é um novo HEJA”, finaliza.

O diretor-geral do HEJA, André Franco Ribeiro, enfatiza que essa melhoria é buscada diariamente na qualificação dos profissionais, desde o atendimento ao médico. “Nossa meta, como foi pactuado como o Governo de Goiás, é prestar uma atenção à saúde em Jaraguá sempre melhor e mais humanizada”, frisa.

Ajustar fonte