O Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorin (HEJA) tem atendido cidadãos do município de Serranópolis, cidade a quase 500km de distância. Entretanto, a distância não tem sido um obstáculo para os pacientes que aguardam há anos por consultas e cirurgias que agora estão sendo realizadas. Desde julho, seis pacientes de Serranópolis passaram por cirurgias de hérnia no HEJA e outros serão beneficiados neste mês de agosto. A iniciativa é fruto de uma aproximação entre a prefeitura de Serranópolis e o Hospital.

Para o prefeito de Serranópolis, Tárcio Dutra, os pacientes estavam desmotivamos por conviverem com esses problemas de saúde há muito tempo. “Estamos fazendo um esforço logístico e orçamentário para levarmos esses pacientes até Jaraguá, onde fomos muito bem recebidos no HEJA, desde o pré-atendimento até a cirurgia”, comemorou.

Charles Borges Da Silva, 26 anos, foi um dos pacientes beneficiados. Mesmo tão jovem, passou por cirurgia de hérnia no HEJA. “Fui muito bem atendido. Os enfermeiros são atenciosos, os médicos também. Agradeço a todos da equipe do Hospital de Jaraguá”, disse.

Exames

A prefeitura firmou convênio com uma clínica em Goiânia para custear os exames que não podem ser feitos em Serranópolis. Também trabalhou para fechar uma parceria com um laboratório de Jaraguá. No dia 8 de agosto, quatro pacientes da primeira turma farão retorno pós-operatório, e outros 12 pacientes farão a primeira consulta no HEJA.

Tárcio Dutra explica que tem recebido um feedback gratificante das pessoas que passaram pela cirurgia. “O trabalho é duro, mas quando vemos o resultado, isso nos fortalece e faz com que continuemos. Enquanto estivermos na prefeitura e pudermos atender essas pessoas, vamos fazer nosso melhor. As pessoas que realmente precisarem terão nosso total empenho”, garantiu.

Estrutura em Serranópolis

O Hospital Municipal de Serranópolis não possui atendimento especializado e estrutura para cirurgias. Porém, a demanda é grande. Isso exige que os pacientes sigam para outros municípios. Para o prefeito, a resolução do problema surpreendeu a todos, com todo o processo sendo concluído em uma semana.

“Espero que a equipe do HEJA continue assim, atendendo com todo carinho e atenção. Todos os pacientes que levamos ficaram emocionados com o atendimento que receberam. Isso não tem preço. A equipe realmente veste a camisa e ama o que faz. Serranópolis está à disposição do HEJA”, declarou.

Alta demanda

A demanda por atendimentos de urgência e os exames laboratoriais no HEJA tem crescido, ultrapassando as metas previstas junto à Secretaria de Saúde de Goiás. Os atendimentos de urgência ficaram 30% acima da meta anual em 2018 e se mantêm em 2019. Em 2018, a média foi de 3.765 atendimentos de urgência nos meses de janeiro a outubro. Apenas nos meses de novembro e dezembro o número de atendimentos não ultrapassou a meta de 2.900 mensais.

O laboratório de análises clínicas do HEJA atende uma média de 130 exames por dia, com capacidade de liberar os resultados em apenas 20 minutos. Esses números de exames mostram que o HEJA é a principal porta de entrada de atendimentos de urgência e emergência em Jaraguá e região.

Ajustar fonte